Categorias
Criptomoedas O que é

Cardano ADA: o que é, como funciona e pra que serve esta cripto?

O que é Cardano?

Cardano é uma rede de blockchain que funciona por prova de participação para a criptomoeda ADA. A rede possui código aberto, usando computação distribuída para desenvolvimento de aplicações que podem ser usadas nas finanças, nos governos, escolas e consumidores de todo o mundo.

O que é ADA?

A ADA é o token nativo da blockchain da Cardano. A sigla ADA é uma homenagem à ADA LOVELACE, matemática do século 19 e primeira programadora de computador. A moeda ADA pode ser negociada na maioria das exchanges de criptomoedas em diversos pares.

Para que serve a Cardano?

A Cardano é uma blockchain de código aberto, que concorre com a Ethereum na criação de aplicações, sejam elas descentralizadas ou não. A plataforma da Cardano perdia – e muito – para a sua concorrente devido a falta de contratos inteligentes, onde a Ethereum sempre teve enorme atuação. No entanto, uma série de atualizações na rede da Cardano, veio para mudar este cenário.

Do fim da era “Shelley” para o início da “Goguen” do roadmap da Cardano, as atualizações batizadas de “Alonzo” estão implementando e testando possíveis oportunidades e falhas para a execução de contratos inteligentes. Essas atualizações podem inclusive ter sido a grande motivação da valorização sem fim do token ADA. Tanto que nas últimas semanas, enquanto escrevo esse artigo, a ADA bateu novo topo histórico, sendo negociada acima dos 3 USDT.

Eras da Cardano

A Cardano é dividida em 5 grandes fases, onde cada uma possui um objetivo específico. Atualmente, estamos em algum lugar entre a era Shelley e a Gogun, onde entre tantas características, uma das mais aguardadas é a implantação dos contratos inteligentes.

FASE 1 – BYRON

Nesta primeira fase, o foco é a fundação da rede. Desde 2015, a equipe inicial da Cardano, fez diversas pesquisas e estudos, sempre levando em consideração o “trelema” que toda blockchain enfrenta: a interoperabilidade, a segurança e a escalabilidade. Em 2017 a primeira versão da Cardano foi lançada permitindo que os traders negociassem o token ADA usando o protocolo de consenso Ouroboros.

Fase 1 do roadmap da Cardano (ADA), Lod Byron

Ouroboros é o primeiro protocolo de proof-of-stake criado com base em pesquisas acadêmicas, com um nível de segurança comprovado matematicamente. A era Byron também viu a entrega da carteira Daedalus, a carteira de mesa oficial da IOHK para ada, bem como a Yoroi, uma carteira da Emurgo, projetada para transações rápidas e uso diário de ADA.

Esta fase recebeu esse nome em homenagem a Lord Byron, que segundo o Wikipedia, foi um poeta britânico e uma das figuras mais influentes do romantismo. Entre os seus trabalhos mais conhecidos estão os extensos poemas narrativos Don Juan, A Peregrinação de Childe Harold e o curto poema lírico She Walks in Beauty. Além disso, o Barão é pai da Ada Lovelace, que como já mencionei acima, deu o nome ao token da Cardano.

FASE 2 – SHELLEY

O foco da segunda fase é a descentralização. Na fase Byron, a rede é federada, ou seja, possui “donos” e sabemos que a ideia por trás da tecnologia blockchain é justamente a descentralização. Desta forma, a segunda fase veio para que cada vez mais e mais nós da rede (nodes) passem a ser administrados pela comunidade. Uma vez que a maioria dos nós é administrada por participantes da rede, a Cardano será mais descentralizada e desfrutará de maior segurança e robustez como resultado.

Fase 2 do roadmap da Cardano (ADA), Percy Bysshe Shelley

A era Shelley representa o amadurecimento natural da rede, tornando-a mais útil, gratificante e valiosa para usuários novos e antigos. Ele ‘ s também sobre a preparação para o futuro. Shelley preparará o terreno para uma rede totalmente distribuída e um ecossistema de aplicativos totalmente novo

Percy Bysshe Shelley foi um dos mais importantes poetas românticos ingleses. Shelley é famoso por obras tais como Ozymandias, Ode to the West Wind, To a Skylark, e The Masque of Anarchy, que estão entre os poemas ingleses mais populares e aclamados pela crítica, por Wikipedia.

FASE 3 – GOGUEN

A terceira fase é focada nos contratos inteligentes e é aqui que estamos mais ou menos enquanto o post é escrito. Onde a era Shelley descentraliza o núcleo do sistema, Goguen adiciona a capacidade de construir aplicativos descentralizados (DApps). O trabalho para Goguen está em andamento em paralelo com Shelley e, quando concluído, permitirá que usuários com formação técnica e não técnica criem e executem contratos funcionais inteligentes na rede Cardano.

Além de adicionar funcionalidade na forma de contratos inteligentes, Goguen também verá melhorias na oferta da ADA com a adição de um livro razão de várias moedas, estendendo a utilidade da Cardano, permitindo a criação de tokens fungíveis e não fungíveis (NFTs), apoiando a criação de novas criptomoedas, bem como a tokenização de vários tipos de ativos digitais e físicos.

A fase 3 foi inspirada em Joseph Goguen, um cientista da computação americano. Ele era professor de Ciência da Computação na Universidade da Califórnia e na Universidade de Oxford e trabalhou como pesquisador na IBM e na SRI International. O trabalho realizado por Goguen foi uma das aproximações mais precoces para a caracterização algébrica de tipos de dados abstratos e ele originou e ajudou a desenvolver a família OBJ das linguagens de programação. Via Wikipedia.

FASE 4 – BASHO

A fase 4 da Cardano está focada em otimizar a rede, sem muita inclusão de novas características. O foco será na melhoria da escalabilidade e a interoperabilidade da rede. Desta forma, o suporte ao crescimento e a adoção de aplicativos com alto volume de transações será fortalecido.

Os projetos para esta fase ainda não foram todos decididos, pode ser que mais coisa seja inclusa na era Basho e no próprio site do Roadmap da Cardano, eles dizem que:

“Estamos trabalhando em mais conteúdo para esta era do roteiro e atualizaremos esta página em um momento apropriado. Enquanto isso, todas as atualizações mais recentes sobre o progresso técnico são entregues como parte dos Relatórios Técnicos Semanais Cardano“.

Time Cardano.

Além da otimização da rede nesta era, está previsto a interoperabilidade entre Blockchains, tendo a rede da Cardano como principal. Isso é o que chamamos de sidechains. Essas sidechains podem ser usadas como um mecanismo de fragmentação, descarregando o trabalho da cadeia principal em uma cadeia lateral para aumentar a capacidade da rede.

A fase 4 foi inspirada em Matsuo Basho, um japonês que desistiu de ser samurai para virar poeta. Basho é o poeta japonês mais conhecido no ocidente, sendo o criador da poesia haikai. Sua vida era bastante agitada e com muitas aventuras, conciliando o aprendizado da luta e ética samurai com o amor pela poesia. Basho era praticante da meditação zen budista e devido a suas peregrinações, recebeu o título de andarilho. Biografia via Coisas do Japão.

FASE 5 – VOLTAIRE

A última fase do desenvolvimento da Cardano será voltada a Governança da rede. Isto é, possibilitanto que os participantes da rede cuidem dela, apresentando propostas de melhoria que podem ser votadas pelas partes interessadas, potencializando o já existente processo de staking e delegação. Em outras palavras, podemos dizer que o foco será na descentralização total da rede.

Além da descentralização, haverá a inclusão de um sistema de tesouraria, onde uma fração de todas as taxas serão destinadas para subsidiar atividades de desenvolvimento realizadas após o processo de votação da comunidade. Assim como a Fase 4, o escopo da era Voltaire ainda não foi completamente criado e poderá ser atualizado. É possível conferir as atualizações na página de Relatórios Técnicos Semanais Cardano.

Quando um sistema de votação e de tesouraria forem implantados, a Cardano será verdadeiramente descentralizada e não estará mais sob a gestão da IOHK. Em vez disso, o futuro de Cardano estará nas mãos da comunidade.

A Fase 5 foi inspirada em François-Marie Arouet, que escrevia sob o pseudônimo Voltaire. Ele foi um filósofo e escritor francês, um dos grandes representantes do Movimento Iluminista na França. Foi também ensaísta, poeta, dramaturgo e historiador, sendo considerado um dos nomes mais significativos do iluminismo francês. Via eBiografia.

Desta forma, com um projeto tão bem desenhado e estruturado para que a Cardano seja uma blockchain com muita utilidade, interoperabilidade, escalabilidade e descentralizada, torna a Cardano uma das minhas favoritas! E é por isso que a ADA está sempre na boca do povo, conquistando valores cada vez mais altos!

Onde comprar a criptomoeda Cardano – ADA?

Atualmente, a ADA é uma das moedas mais fortes do mercado! Por isso, é fácil encontrá-la nas exchanges! Enquanto este artigo é escrito, a ADA ocupa o 3º lugar como moeda mais forte do mercado, ficando atrás apenas do Bitcoin e da Ethereum. Estas informações você pode acompanhar em tempo real no CoinMarketCap.

Quais exchanges negociam ADA?

Para ver as exchanges que negociam ADA e as paridades disponíveis, você deve ir até o CoinMarketCap e clicar na Cardano.

Print da tela do CoinMarketCap com destaque na ADA, Cardano

Uma nova tela vai se abrir, com infinitas informações sobre a ADA. Rolando a tela, procure uma aba escrito “Markets” e clique nessa aba. Uma lista com todas as exchanges que negociam ADA vai aparecer, provavelmente, em ordem de volume de negociação. Na coluna “Pairs” você pode conferir o par em que a ADA é negociada, ou seja, com qual moeda você pode comprá-la.

Cardano Markets

O detalhe é que neste site do CoinMarketCap, apenas as exchanges listadas na plataforma vão aparecer. Existem outras que negociam também e não aparecem ai. Para comprar e vender a criptomoeda ADA, eu recomendo:

Você já conhecia a criptomoeda ADA? Sabia do potencial enorme e revolucionário da rede Cardano? Me conta nos comentários ou lá nas redes sociais! 👇

Um abraço virtual! ♥

Jéssica.

Categorias
Criptomoedas ICO Token

Diferença entre criptomoeda, token e ICO

Uma criptomoeda possui sua Blockchain própria. Já os tokens, são criados na Blockchain de uma cripto que já existe. Mas será que é só essa a diferença entre criptomoeda e token?

Uma criptomoeda possui Blockchain própria e possui função apenas de moeda de troca. Não serve para mais nada além disso. O token é subjugado a uma Blockchain já existente. No entanto, possui muitas funções, sendo mais inteligente […]

Migração Wix para WordPress

Estamos migrando do Wix para WordPress para uma melhor experiência dos nossos leitores. Por isso, tenham paciência com os textos mal formatados, sem imagens ou links.

Qual a diferença entre criptomoedas e tokens?

Uma criptomoeda possui Blockchain própria e possui função apenas de moeda de troca. Não serve para mais nada além disso. O token é subjugado a uma Blockchain já existente. No entanto, possui muitas funções, sendo mais inteligente. Além de moeda de troca, o token possui propriedade, utilidade, recompensa e fungibilidade.

Entendendo uma criptomoeda

Bitcoin, por exemplo é uma criptomoeda. É um dinheiro digital. Mas não serve para mais nada além de ser uma moeda. Você pode utilizar o Bitcoin como moeda ou como reserva de valor, mas tirando isso não tem mais nenhuma utilidade.

Uma moeda virtual tem também sua própria Blockchain, portanto:

  • O Bitcoin tem a Blockchain do Bitcoin;
  • A Ethereum tem sua própria Blockchain da Ethereum.

Igual com o dinheiro comum. Dinheiro só tem utilidade para comprar coisas, mas não serve para mais nada. Você pode entender melhor sobre o que é uma criptomoeda neste texto: “O que é Bitcoin? Guia completo 2020“.

Diferença entre criptomoeda, token e ICO

Entendendo um token

Um token é criado à partir da Blockchain de uma criptomoeda. Por exemplo, o token Chain Link (LINK) é criado dentro da Blockchain da criptomoeda Ethereum.

No entanto, um token é muito mais inteligente e possui muito mais funções do que uma criptomoeda.

Os token podem guardar níveis complexos de valor e têm características variadas e peculiares. Dentro da programação de um token, há determinados programas que os tornam multifuncionais.

Principais características de um token

Na verdade os tokens representam 4 coisas muito importantes:

  1. Propriedade. Dentro do token existe programação que representa a propriedade intelectual do criador;
  2. Utilidade. Você precisa desse token para entrar no ambiente para o qual este token foi criado;
  3. Recompensa: O consumo do produto ou serviço do ambiente gera retorno ao detentor do token;
  4. Fungibilidade: Vai sendo gasto ou consumido após o uso.

E além disso, vem também é claro, a função de moeda de troca. Mas isso é mais uma consequência do que uma função de um token. Lembrando que o foco é seu uso e não seu valor financeiro.

Diferença entre criptomoeda, token e ICO

Diferença entre criptomoeda e token da Ethereum

Para poder explicar melhor a diferença entre criptomoeda e token, vou dar o exemplo da Ethereum. A Ethereum possui uma Blokchain própria, igual ao Bitcoin. Só que com uma imensidão de funções que o BTC não tem!

Esta Blockchain possui sua criptomoeda: o Ethereum (ETH). Subjugado a ele, existe uma lista imensa de tokens. Algumas coisas que você pode fazer na rede Ethereum:

  • Transferências financeiras para qualquer parte do mundo;
  • Campanhas de crowdfunding;
  • Apólices de seguro;
  • Registro de títulos de propriedade;
  • Coleta de impostos;
  • Votações;
  • Registro de histórico médico;
  • Criar tokens;
  • Entre muitas outras.

ETH: criptomoeda com função de token

Esta moeda virtual da Ethereum possui a função de criptomoeda e de token. Para a usar a Blockchain Ethereum você precisa do token Ether (ETH). Ou seja, o ETH tem papel de criptomoeda. Mas ao mesmo tempo, tem uma inteligência dentro dele que dá a função de utilidade, que mencionamos acima.

Portanto, o token ETH permite o usuário utilizar e se aproveitar das coisas que pode fazer dentro desse ambiente, nesse caso a Blockchain Ethereum.

Diferença entre criptomoeda, token e ICO

O que é a função de token?

Como dito anteriormente, os tokens possuem inteligência e determinadas funções. Para ilustrar, vou dar o exemplo com o token do banco.

Antigamente, para acessar sua conta bancária através da Internet, era preciso ter um token. Esse token é físico, parece um pen drive e mostrava um tipo de “senha”. Por sua vez, esta senha mudava a cada minutos ou segundos.

Esse token tem a inteligência de permitir você acessar seu Banco. Ou seja, é útil só para esse ambiente. Então ele permite que você se beneficie em usar seu banco pela Internet.

Claro que este é um exemplo bem antigo, hoje em dia, não usamos mais o token físico.

Diferença entre criptomoeda, token e ICO

Qual a diferença entre criptomoedas e tokens na negociação?

Usando o mesmo exemplo anterior: imagine que seu banco emita só 100 mil tokens. Porém, possua 200 mil clientes! E todos os 200 mil queiram ter seus próprios tokens.

É provável que algumas pessoas decidam vendê-los. E assim passam a negociar os tokens entre si. É por isso que os tokens possuem valor: porque as pessoas querem utilizá-lo para um fim específico!

Em relação à negociação, em nada difere das criptomoedas. Todos podem ser cadastrados e negociados em uma exchange. Seu preço (quando não for uma stablecoin) geralmente é definido pela própria oferta e demanda.

Explicando o que é uma ICO

Uma ICO é a geração de um novo token e a pré-venda desses aos interessados. Sua sigla é o Initial Coin Offer, que traduzindo fica: “Oferta Inicial de Moeda”.

O preço do token durante a ICO costuma ser bem baixo. Os investidores da ICO comprar baratinho para – na maioria das vezes – vender mais caro no futuro. O tal do “HODL” que explicamos aqui neste texto.

Esse novo token, ao ser gerado, traz com eles diversas características que poderão, ou não, ser úteis no futuro. Por isso é muito importante você tomar muito cuidado ao investir em um ICO.

Investir em ICOs

É necessário verificar se aquele token vai ter utilidade. Ou que será um projeto que as pessoas vão utilizar. Digo isso porque a maioria dos ICO que vemos por aí são de tokens que têm só a utilidade de moeda mesmo – e disso, já temos bastante!

E tem o caso também de quando os tokens não passam de esquemas e fraudes, que não servem para nada. E se você investir em uma ICO deste tipo, o resultado será um só. O token desvaloriza e você perde toda a sua grana investida.

Desta forma, é muito importante ter cuidado ao investir em uma ICO. Pode ser um dos melhores investimentos de sua vida, mas a maior parte deles irão desaparecer no longo prazo.


Bem, estas são as principais diferenças entre criptomoeda, token e ICO. Se você ficou com alguma dúvida ou gostaria de adicionar ao artigo, me chama! Você pode nos encontrar nas redes sociais abaixo ou aqui pelos comentários.

Este artigo foi escrito com muito amor! 

JG

Categorias
Criptomoedas

Futuro do Bitcoin? Você sabe qual é?

Depois de postar o artigo “O que é Bitcoin? Guia completo 2020“, eu fiquei com uma dúvida. Será que as pessoas sabem – ou imaginam – qual o futuro do Bitcoin? Você já parou pra pensar nisso?

Esta é uma análise mais fundamental. Vou falar sobre a evolução do dinheiro ao longo do tempo. Na forma como ele foi mudando. E como estamos no caminho para mudar mais uma vez a cara do dinheiro.

As pessoas podem achar difícil – até impossível – mas o futuro são as moedas virtuais, sim! Claro que é difícil, sempre há muita resistência dos mais conservadores quando queremos mudar o dinheiro deles!

Neste texto, você vai ver como sempre foi “difícil” mudar. E mesmo assim, mudamos! Das conchinhas do mar até as moedas hoje, mudamos!

Uma volta no tempo

Antes de começar a entender qual o futuro do Bitcoin como dinheiro, é preciso pensar… Afinal, o que é dinheiro?

Você sabe o que é dinheiro?

O que é dinheiro?

O dinheiro, em suma, é uma forma trocar valor! Já usamos muitas coisas como dinheiro, que foram desde de conchas marinhas, aos metais preciosos! O dinheiro mais popular da história foi o ouro. E há boas razões para o ouro atuar como dinheiro:

  1. O ouro é raro;
  2. É escasso;
  3. É tangível. Então, se você tem ouro em sua mão, é seu.

Bem simples não é? E isso deu certo por milhares de anos, não importa qual foi o governo, rei, presidente ou ditador. O ouro apenas… rolou!

O que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? Guia atualizado. Origem do Bitcoin. Qual a diferença entre Bitcoin, criptomoedas e altcoin? O que é Blockchain? Bitcoin como forma de pagamento. Investimento em Bitcoin. Holding Bitcoin HODL investimento em Bitcoin no longo prazo. Trading de Bitcoin Era do dinheiro digital, o Bitcoin vai substituir o dinheiro? Descentralização, peer-to-peer. A Internet é descentralizada. O livro razão do Bitcoin. O que o Bitcoin significa para o mundo?

Do papel moeda ao futuro do Bitcoin

E então veio uma nova invenção: o papel moeda! Agora, imagine alguém que usou o ouro como forma de dinheiro a vida inteira e de repente ouve:

Esqueça seu ouro, guarde num cofre que este papel aqui é a mesma coisa, vale o mesmo!

Deve ter sido bem difícil convencer as pessoas a deixarem as pedras preciosas e passarem a usar dinheiro em papel. Isso porque na época, o pessoal nem imaginava que no futuro, seria o Bitcoin! Até imagino o pessoal daquela época:

“Confiar em papel em vez de metal? Tá me tirando, né? Só pode ser!”

Certificado de Ouro

O papel moeda começou apenas como uma forma de representar o ouro. Por exemplo, o papel de dólar dos EUA era de fato um “certificado de ouro”. Isto é, um pedaço de papel que garante suas reservas de ouro. Acima de tudo, garante que ele está guardado em um cofre no tesouro central.

Em outras palavras, podemos dizer que as pessoas nunca confiaram no papel-moeda. Mas sim que o governo guardava o ouro delas e em troca, davam esse “certificado de ouro”.

O que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? Guia atualizado. Origem do Bitcoin. Qual a diferença entre Bitcoin, criptomoedas e altcoin? O que é Blockchain? Bitcoin como forma de pagamento. Investimento em Bitcoin. Holding Bitcoin HODL investimento em Bitcoin no longo prazo. Trading de Bitcoin Era do dinheiro digital, o Bitcoin vai substituir o dinheiro? Descentralização, peer-to-peer. A Internet é descentralizada. O livro razão do Bitcoin. O que o Bitcoin significa para o mundo?

A introdução do dinheiro FIAT

Com o tempo, os EUA, pararam de usar o “padrão-ouro” durante os anos 70. Hoje, o Dólar americano é realmente um dinheiro “fiat”.

“Opa, espera aí! Dinheiro ‘Fiat’, mas que é isso de dinheiro ‘Fiat’?”

“Fiat” é uma palavra latina para “deve ser”, que na verdade, é outro jeito de dizer:

“Pessoal, vamos esquecer o ouro. A partir de hoje esse papel que você tem na mão é o mesmo que ouro. Ou seja, seu papel que diz R$100,00 vale mesmo R$100,00, tendo ouro lá no cofre ou não, pode ser?”

Isto parece ter dado certo! Até porque estamos usando dinheiro FIAT todos os dias até hoje. E nem precisamos ter um outro tipo de moeda por trás ou um metal precioso. Os dinheiros fiat são todas as moedas que temos hoje, como o Dólar, o Euro, o Real, etc.

Nos dias de hoje, você tem Reais ou Euros. No entanto, não precisa ter ouro no cofre para garantir suas cédulas tenham mesmo valor, certo?

Vantagem do papel moeda

O dinheiro Fiat já é uma forma de dinheiro digital. Isto é, estamos vendo números, não mais os metais. Isso torna o dinheiro muito mais fácil de contar, gerenciar e mover. As cédulas são apenas para representar o dinheiro, acredite ou não!

E os cartões de débito e crédito? Que são tão comuns que nem em cédula estamos pegando mais. A gente nem vê o dinheiro.

Assim chega o dinheiro digital

O dinheiro já é digital, muitas pessoas nem sequer lembram como é o cheiro de uma nota de R$ 20. Mas como é que os bancos controlam isso?

A solução que os bancos usam hoje, é uma solução “centralizada”. Ou seja, eles mantêm um livro razão em seus computadores, que registra quem possui o quê. Esse livro faz um registro de cada operação de cada pessoa.

O que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? Guia atualizado. Origem do Bitcoin. Qual a diferença entre Bitcoin, criptomoedas e altcoin? O que é Blockchain? Bitcoin como forma de pagamento. Investimento em Bitcoin. Holding Bitcoin HODL investimento em Bitcoin no longo prazo. Trading de Bitcoin Era do dinheiro digital, o Bitcoin vai substituir o dinheiro? Descentralização, peer-to-peer. A Internet é descentralizada. O livro razão do Bitcoin. O que o Bitcoin significa para o mundo?

As pessoas confiam no banco e o banco confia em sua máquina. Desta forma, a solução está toda nesse livro razão, dentro do computador daquele banco.

E o Bitcoin? Ué, o Bitcoin é DESCENTRALIZADO!

O que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? Guia atualizado. Origem do Bitcoin. Qual a diferença entre Bitcoin, criptomoedas e altcoin? O que é Blockchain? Bitcoin como forma de pagamento. Investimento em Bitcoin. Holding Bitcoin HODL investimento em Bitcoin no longo prazo. Trading de Bitcoin Era do dinheiro digital, o Bitcoin vai substituir o dinheiro? Descentralização, peer-to-peer. A Internet é descentralizada. O livro razão do Bitcoin. O que o Bitcoin significa para o mundo?

BITCOIN E O LIVRO RAZÃO

Em 2008, o Bitcoin veio para afirmar que um valor exista de verdade. E que pertença a uma pessoa assim como os bancos fazem – só que sem ter um “dono”. Isto é: sem banco, sem governo, sem centro.

Com sua invenção, Satoshi mostrou como você pode criar um livro razão. Desde que não tenha um centro ou um dono. Este livro razão para as moedas virtuais se chama: Blockchain. Para entender melhor, recomendo a leitura: “O que é Blockchain? Explicando a tecnologia“.

Isso pode ser confuso ou, na melhor das ideias, como ficção de cinema. Como dá certo uma coisa que está entregue em milhares de lugares do mundo, ao mesmo tempo?

Você já conhece a resposta para isso. E está usa uma solução dessa todos os dias, agora mesmo para ler este texto: a Internet. E você nem percebeu, não é?!

O que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? Guia atualizado. Origem do Bitcoin. Qual a diferença entre Bitcoin, criptomoedas e altcoin? O que é Blockchain? Bitcoin como forma de pagamento. Investimento em Bitcoin. Holding Bitcoin HODL investimento em Bitcoin no longo prazo. Trading de Bitcoin Era do dinheiro digital, o Bitcoin vai substituir o dinheiro? Descentralização, peer-to-peer. A Internet é descentralizada. O livro razão do Bitcoin. O que o Bitcoin significa para o mundo?

Há quem ache o Bitcoin uma “loucura” ou uma “bolha” por não ter um centro ou dono. Mas para estas pessoas, basta dizer que a Internet também é assim. E hoje não vivemos mais sem a nossa conexão.

A Internet é uma das maiores provas de que algo distribuído e sem dono, pode dar certo!

O QUE O BITCOIN SIGNIFICA PARA O MUNDO?

Aqui, eu deixo a opinião e visão do Pedro, fundador deste site. Sua opinião não é sobre o que é Bitcoin, pois isso nós já sabemos. Mas é sobre o que o Bitcoin significa para o mundo! E sobre qual será o futuro do Bitcoin!


  1. O Bitcoin não é geográfico. Se as economias caírem ou os governos mudarem, o Bitcoin não será afetado como moedas fiat.
  2. Também é muito mais amigável na Internet, o que significa que o comércio on-line global pode melhorar.
  3. O maior ponto aqui são as bilhões de pessoas na Ásia, África e outros lugares do mundo. Que têm conexão à Internet, mas que não possuem conta no banco ou que têm bancos horríveis!

Você sabia que mais de metade das pessoas no mundo não têm conta em um banco?

Em grande parte do Brasil, podemos comprar on-line e enviar dinheiro para todo o mundo com o banco. Mesmo que seja muito lento e caro. Mas no Quênia, por exemplo, as pessoas vivem em grande miséria! Os bancos não são acessíveis a todos.

Na Argentina e Venezuela, as pessoas trocam dinheiro no mercado negro por causa da inflação! O que torna impossível poupar para um dia ruim ou um pé de meia.

O dinheiro virtual não tem fronteiras. Isso é o que essas pessoas precisam. Funciona mesmo se seu governo ou bancos não funcionarem.

O Bitcoin não oferece apenas uma chance de crescer a economia, mas também na tecnologia. Afinal, o dinheiro fiat é apenas um número em um banco. E opera do mesmo jeito, nas mesmas leis, que há centenas de anos atrás.

Bitcoin nasceu no século 21, e é por isso que é capaz de fazer as muitas coisas. O que faz com que as pessoas chamem o Bitcoin de “dinheiro inteligente”. E é por isso que temos os “smartphones”! Porque eles têm mais recursos do que celulares há uma década!


O futuro do Bitcoin já começou!

Estamos caminhando para a introdução do Bitcoin e moedas digitais na economia. Porém, as pessoas não aceitam grandes mudanças de repente. Tem que ir colocando as novidades aos poucos.

A nossa economia é muito velha, com leis muito velhas. Precisamos de algo novo. Se vocês pararem pra pensar, as moedas virtuais já estão sendo inseridas. Mas como eu disse, não pode ser de uma só vez!

Olha o PIX. Será que o Banco Central do Brasil já não está tentando nos preparar para as moedas digitais? Você precisa criar uma chave pra usar o PIX. Funciona todos os dias, horas, nos finais de semana e nos feriados, igual ao mundo cripto.

Estamos sendo preparados. Uma mudança por vez, bem pequenas, até chegarmos no objetivo futuro. Depois, quando todos estiverem familiarizados com o PIX, será que não virá outra mudança? Do tipo:

“Temos aqui a criptomoeda brasileira que tem valor de 1 Real. Você usa ela igualzinho no PIX”.

Entende? O PIX é uma preparação para o futuro. Está sendo o meio termo para o futuro que começou agora!

Você concorda com esta linha de pensamento? Nos conte nas redes sociais ou aqui nos comentários.

JG

Categorias
Criptomoedas O que é

O que é Bitcoin? Guia completo 2020

Olá, pessoal! Estamos migrando o site do Wix para WordPress, então ainda estão faltando alguns links, mas tenham paciência que vai ficar tudo arrumadinho pra vocês! ;)

Neste texto, nós vamos responder algumas dúvidas, como: o que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? O Bitcoin é uma bolha? De onde veio o Bitcoin?

O QUE É BITCOIN?

Também chamado de “Ouro Digital”, o Bitcoin é uma moeda virtual descentralizada. Em primeiro lugar, o Bitcoin serve para transações diretas de pessoa para pessoa. Portanto, não precisa de um mediador, como um Governo ou banco para funcionar. Como a tecnologia do Bitcoin funciona por criptografia, este tipo de moeda digital ficou conhecida como criptomoeda. Vale lembrar que a sigla do Bitcoin é BTC ou XTB!

O Bitcoin foi criado em 2008 por uma pessoa ou grupo de pessoas, chamado Satoshi Nakamoto. Até hoje, ninguém sabe quem é (ou são, né? rs) é um mistério!

O que é Bitcoin e o que são moedas virtuais?

Você sabia que não existe apenas o Bitcoin? No entanto, o BTC é o primeiro neste universo. E além disso, é a moeda digital com maior presença de mercado até agora! Desta forma, nós damos mais destaque ao Bitcoin.

O que é Bitcoin? Pra que serve o Bitcoin? Guia atualizado. Origem do Bitcoin. Qual a diferença entre Bitcoin, criptomoedas e altcoin? O que é Blockchain? Bitcoin como forma de pagamento. Investimento em Bitcoin. Holding Bitcoin HODL investimento em Bitcoin no longo prazo. Trading de Bitcoin Era do dinheiro digital, o Bitcoin vai substituir o dinheiro? Descentralização, peer-to-peer. A Internet é descentralizada. O livro razão do Bitcoin. O que o Bitcoin significa para o mundo?

Ou seja, quando falamos em cripto ativos, falamos do Bitcoin e a todas as outras moedas cripto. Dá pra dizer que o Bitcoin é uma cripto, mas nem toda cripto é Bitcoin.

Pode ser que você também veja o termo “altcoin”. Altcoin são as moedas alternativas. Então todas as outras moedas que não são o BTC, são chamadas de altcoins.

Diferença entre criptomoeda, Bitcoin e Altcoins

QUAL A ORIGEM DO BITCOIN?

OK, tô a entender o que é esse tal de Bitcoin. Mas de onde ele surgiu?

O Bitcoin surgiu da tecnologia Blockchain. Temos um post completo sobre este tema e indico a leitura: “O que é Blockchain? Explicando esta tecnologia“.

O que é Blockchain?

Em suma, a Blockchain é um livro razão mundial. Tudo o que rola na rede do Bitcoin, fica escrito na Blockchain. Estes registros são feitos dos mais antigos para os mais novos.

Uma transação atrás da outra, compondo blocos na rede. E é daí que vem o nome “Blockchain”: é uma cadeia de blocos contendo dados e transações.

E quem compila todos esses dados? Os mineradores! São eles que utilizam super máquinas que executam e validam cada transação, tendo como prêmio a moeda da rede. Por exemplo:

  • O Blockchain do Bitcoin dá prêmios em BTC (moeda Bitcoin);
  • O Blockchain da Ethereum dá prêmios em ETH (moeda da Ethereum);
  • E assim por diante.
O que é Blockchain? Livro-razão mundial de tecnologia ponto a ponto

PARA QUE SERVE O BITCOIN?

O Bitcoin serve para 2 funções básicas:

  • Moeda de troca; e
  • Bitcoin para investir.

Moeda de troca

Você pode aceitar Bitcoin como forma de ter dinheiro para qualquer coisa que desejar, seja ela:

  • Para receber por uma dívida;
  • Receber por um serviço;
  • Pagamento por produtos vendidos em loja física ou virtual;
  • Ou até para conseguir doações.

Hoje em dia, se você for receber dinheiro, é provável que terá que declarar no Imposto de Renda. Se for pelo banco, talvez tenha que pagar o valor da TED ou DOC, que chega à R$ 10!

E se for receber por cartão, além do tempo, ainda vai pagar pela máquina de cartões! Sem contar a % de comissão. Ou seja, não dá pra escapar das taxas e da mediação neste sistema atual.

Compra e venda hoje

O sistema de pagamento atual possui mediadores, desta forma, fazer pagamentos com criptomoedas é imutável, rastreável, descentralizado, muito mais ágil e barato.

O Bitcoin permite comprar e vender produtos e serviços sem mediação, deixando tudo mais barato e rápido!

Essa ausência de um mediador é uma das marcas mais fortes no Bitcoin. Afinal, não tem ninguém que o controle, o que dispensa a existência de terceiros em uma transação.

Comprar e vender com moeda digital

As criptomoedas conectam clientes com fornecedores de forma simples e direta

Veja a parte boa de comprar ou vender com moedas digitais:

  • Mais rápido, pois não precisa da aprovação de um “dono”;
  • É mais barato. Afinal, você não tem que pagar o aluguel da máquina de cartões ou taxas;
  • A operações não podem ser revertidas, ou seja, não tem como cancelar;
  • Você recebe/ envia valores para o mundo todo;
  • As transações são anônimas, a menos que você se identifique.

INVESTIR EM BITCOIN

Agora vem a parte que todo mundo quer saber: como investir em Bitcoin?

Antes de ir pensando como ganhar dinheiro com Bitcoin, você deveria se perguntar primeiro: é seguro investir em criptomoedas?

A resposta é: não!

Holding Bitcoin (HODL) – investir em Bitcoin no longo prazo

No entanto… dá pra ficar muito rico neste mercado, sim! Através do HODL e fazendo trading com as moedas virtuais!

Vou explicar: veja o gráfico abaixo, que mostra o preço do Bitcoin em Reais (R$) desde 2013 até 2020:

Preço, cotação do Bitcoin hoje, desde 2013 até 2020 segundo o CoinMarketCap
  • No dia 29/04/13, o preço do Bitcoin era ~ 759 BRL;
  • A cotação do Bitcoin hoje, 20/10/20, enquanto escrevo o artigo, é de ~ 65.780 BRL.

O Bitcoin no trading significa que:

Quem comprou R$ 100 em Bitcoin em 2013 e o “hodlou” até hoje, tem mais ou menos R$ 8.600! Ou seja, essa pessoa teve lucro de R$ 8.500 em 7 anos sem fazer NADA!

Agora, calcule quanto uma pessoa que investiu R$ 5.000 na mesma época, lucrou:

  • Com R$ 5.000 deu pra comprar 6,59 BTC na época;
  • Hoje, 6,59 BTC = R$ 433.490.
  • Portanto, o lucro é de R$ 428.490 em 7 anos, investindo R$ 5.000!

Ainda dá tempo de investir em Bitcoin?

“Ah! Mas se eu não comprei Bitcoin lá em 2013, então eu perdi a chance de ficar rico(a) com cripto ativos?”

Claro que não! Eu estou dando um exemplo histórico, com dados. Mas ainda tem muuuuito por vir no universo cripto! Continua aqui no texto comigo, sobre como investir em Bitcoin e cripto moedas.

“Mas você acabou de dizer que o investir em altcoins não é seguro! E ainda quer que eu invista mesmo assim?”

Então, querido(a) leitor(a), o investimento não é seguro mesmo, é de alto risco. Não tem como garantir retornos! Mas sim, eu, Jéssica, gostaria de te ajudar nesta missão. Mas vou falar dos riscos mais pra frente.

O que é HODL? O que é “Holdar” criptomoedas?

Este exemplo sobre os 7 anos com o BTC guardado que eu acabei de dar é o tal do HODL. Eu explico o termo HODL neste texto aqui: “Cripto glossário: os termos mais usados e o que significam“.

O termo ficou tão famoso que até criaram um sentido para as letras! Hold On for Dear Life (segure por sua vida). Que se refere a mensagem de guardar ou se agarrar em algo como se sua vida dependesse disso. No caso das moedas virtuais, é guardar, porque no futuro valerá mais dinheiro do que hoje!

A origem do termo “HODL”

Os Hodlers compram os cripto ativos e “esquecem” em uma wallet, para que muitos anos depois, possam realizar seus lucros. Abaixo, deixo a origem do termo, em inglês. Afinal, se eu for traduzir, acho que o Google vai tirar este artigo dos motores de busca de tantos palavrões! Mas a mensagem é hilária, pois ele estava bêbado! Se você quiser verificar, basta clicar aqui para acessar o fórum com a origem do termo HODL.

A origem do termo HODL

Investir em Bitcoin e cripto moedas fazendo trading

Agora vem a grande febre do momento: trading.

O trading já existe há muito tempo, antes do Bitcoin!. Consiste na técnica de comprar um ativo quando o preço está baixo e vender quando está alto. Só isso mesmo.

O trading já é feito, por exemplo, na bolsa de valores com uma ação da Petrobras. Do mesmo jeito que esta ação passa por análise e é negociada, acontece com as moedas cripto!

O mercado de cripto moedas é volátil!

A grande chance que vemos nas moedas digitais, é que o mercado cripto é super volátil. Ou seja, varia demais em um curto espaço de tempo se comparado ao mercado “comum” (bolsa de valores).

E é aqui que mora o perigo!

Lembra que eu falei que investir em Bitcoin não é seguro? É por causa disso: do mesmo jeito que ele pode explodir o preço pra cima, ele pode cair, cair. Por isso, precisa de muito conhecimento em análise técnica e fundamental, antes de arriscar sua grana nesta aventura!

Gráfico do TradingView com indicadores ativados

Aprender sobre o Trading de Bitcoin e Cripto moedas

Não vou me estender neste texto sobre trading, mas vou deixar uma seleção de textos. Esta seleção é pra quem quer aprender sobre análise técnica e gráfico de velas. Quem sabe você não começa a trabalhar de casa fazendo trading.

Mas não se esqueça: se fosse fácil, todo mundo seria trader! O trading requer muito estudo! Então abaixo alguns posts, lembrando que tem uma categoria todinha de trading neste site, clicando aqui.

COMO COMPRAR BITCOINS

Para comprar BTC, ETH, LTC e vários outros cripto ativos, é preciso compra em uma exchange. A que eu uso é a NovaDAX. Até porque ela não é só uma exchange! É a primeira plataforma da América Latina a ter também uma conta digital com cartão de débito. Portanto, em breve, você poderá pagar suas contas e compras com seu saldo em cripto! Para aprender a comprar Bitcoins e outras moedas virtuais, leia: “NovaDAX: tutorial da melhor exchange do Brasil!“.


Este post foi escrito com muito amor e pesquisa! Portanto, nos dê sua opinião nas nossas redes sociais e se tiver dúvidas, é só chamar! ;D

Se você deseja ler uma análise fundamentalista sobre o futuro do Bitcoin, por favor, confira aqui: “Você sabe qual é o futuro do Bitcoin?“.

JG